MEGA FORMA

1 de março de 2015

Vídeo dos Caminhoneiros seguem rumo a Brasília

Há poucos minutos a redação do Ijui.com recebeu a informação de que caminhoneiros atearam fogo a pneus no Itaí e interromperam a travessia na ERS 342.

Por volta das 17h desta sexta-feira, 27, um grupo de caminhoneiros saiu de Santa Rosa com parada em Três de Maio, para rumar a Brasília. Os caminhoneiros protestam contra o preço do diesel, os recentes aumentos promovidos pelo Governo Federal que inviabilizam a classe de trabalhadores da estrada. Os caminhoneiros foram recepcionados com foguetes no trevo de Três de Maio, onde Fabinho, que lidera o movimento, manifestou de forma muito emocionada que a luta vai se estender até classe ver atendidas suas reivindicações. “Quem dera chegar na Capital Federal para aplaudir o Governo, se antes recebêssemos a notícia que a presidente Dilma atendeu as nossas queixa legitimas”; disse o caminhoneiro. No caminho estão previstas paradas, onde novos caminhoneiros devem se integrar à viagem. Na imagem, a entrada do comboio de caminhoneiros em Três de Maio, sendo recebida pela população com aplausos e foguetes. Foto: Paulo Marques
Um dos coordenadores do movimento, Fábio Luis Roque disse que não tem como prever o número de caminhões que chegarão a Brasília, mas que lideranças de todo o Brasil já comunicaram que irão se integrar à ação.
“Será um movimento pacífico”, projetou.
O movimento começou no final da manhã, com passagem dos caminhões pelo centro e bairros de Santa Rosa.
O grupo fez a primeira parada no fim da tarde em Três de Maio, seguindo viagem por Boa Vista do Buricá, Palmeira das Missões e Seberi.
Chegando em Santa Catarina, passarão por Maravilha até em São Miguel do Oeste, onde deve aumentar significativamente o número de caminhões no trajeto.
A previsão é que o grupo chegue no domingo em Brasília.
“Queremos uma mesa de negociação transmitida em vídeo e áudio para todos que estiverem lá, no lado de fora. Se até domingo o Governo atender nossas reivindicações, chegaremos lá para agradecer”, destacou.
Fábio revelou que os caminhões carregam mensagens de paz, ordem e progresso.
Nesta sexta, a região também ocorreu carreata de caminhoneiros em Três de Maio, no centro da cidade. E, em Tuparendi, o protesto reuniu centenas de pessoas na ERS 344, no trevo de acesso à cidade.
Mesmo com a comitiva, os bloqueios seguem na região.

Assista o vídeo:

17 de fevereiro de 2015

Execução de paranaense é adiada na Indonésia

Autoridades da Indonésia informaram que a execução do paranaense Rodrigo Gularte prevista para este mês de fevereiro não acontecerá. A sentença final dele e de outros prisioneiros condenados será remarcada para uma outra data ainda não definida. 

De acordo com a BBC Brasil, o porta-voz do procurador-geral do país, Tony Spontana, disse que os preparativos atrasaram. A prisão onde as sentenças de morte seriam cumpridas não está pronta. 

Reprodução
Reprodução


"NO LIMITE" Crise faz motoristas ameaçarem greve e até largarem profissão


Nos últimos meses, vários caminhoneiros se viram obrigados parar a atividade

RENAN VALLIM, em Tribuna do Norte 
Com a alta recente nos preços do pedágio e do combustível, quem trabalha no setor de transportes tende a sofrer ainda mais. A situação com aumento nos gastos e queda constante na lucratividade teria chegado ao limite para caminhoneiros da região, que ameaçam organizar uma paralisação mais efetiva para os próximos dias. Alguns motoristas estão até abandonando a profissão em busca de condições melhores.Nos últimos meses, vários caminhoneiros se viram obrigados estacionar o caminhão indefinidamente. Este é o caso de Ricardo Rodrigues, araponguense que por 18 anos seguiu os passos do pai e trabalhou como caminhoneiro. Mas, há cerca de dois meses, precisou largar a profissão para se tornar vendedor. 

Governo aproveita o carnaval e aumenta o preço dos combustíveis novamente

Aproveitando o clima de carnaval que tomou conta do país desde o último sábado (14), o governo determinou um novo reajuste nos preços dos combustíveis nos 26 estados brasileiros incluindo o Distrito Federal. 

Brasileiro na fila de morte 'criou próprio mundo'


Rodrigo Muxfeldt Gularte, o brasileiro na fila da morte na Indonésia por tráfico de drogas, ele foi preso junto com Marco Archer Cardoso (53 anos, brasileiro morto no mês passado). Ele é paranaense, surfista e a droga foi encontrada exatamente dentro de pranchas de surfe. 

Buritirana: Prefeito Vagtônio Brandão realiza o melhor carnaval da região tocantina.

Adicionar legenda
BURITIRANA - Esta sendo um grande sucesso a programação carnavalesca Buritiranense. Ontem (15), foi a segunda noite de carnaval.

Toin dos Teclados realizou a abertura tocando as marchinhas tradicionais, e fechando a noite o cantor Léo Bruno, fazendo a festa dos foliões.


16 de fevereiro de 2015

Criança de sete anos é estuprada por padrasto em Senador La Rocque, MA

Celso Alberto Gonçalves Ferreira foi preso em flagrante.
Confirmação do estupro veio após exame de conjunção carnal.

Do G1 MA
Celso Alberto Gonçalves Ferreira foi preso após estuprar enteada de apenas 7 anos (Foto: Michel Sousa/G1MA)Celso Alberto Gonçalves Ferreira foi preso após estuprar enteada de 7 anos (Foto: Michel Sousa/G1MA)
Um homem identificado como Celso Alberto Gonçalves Ferreira, de 35 anos, foi preso após estuprar a sua enteada de apenas 7 anos de idade. O caso aconteceu neste domingo (15), na cidade de Senador La Rocque, a 650 km de São Luís.
De acordo com informações da polícia, Celso Alberto realizou o estupro após ter tirado a menor da casa de sua avó e tê-la levado para o meio do matagal. Assustada, a avó da criança decidiu pedir ajuda de um tio da menino, que em seguida procurou a polícia.
Após algumas horas de buscas, o enteado e a criança foram encontrados pela a polícia no meio de um matagal. Celso Alberto foi preso em flagrante após ser confirmado por meio de exame de conjunção carnal sua participação no ato criminoso. Já a criança foi entregue ao Conselho Tutelar onde ficará sob custódia.
O caso de Celso Alberto Gonçalves Ferreira será acompanhado pelo Plantão Central da Polícia Civil de Imperatriz, a 626 km de São Luís.

12 de fevereiro de 2015

Açailândia:PREFEITURA MUNICIPAL DESCUMPRE ACORDO EXTRAJUDICIAL MEDIADO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO. SINTRASEMA RETOMA CURSO DA "AÇÃO COMINATÓRIA Nº 4493/2013".

A ação trata do cumprimento da Lei Federal nº 11.738/2008 (jornada de trabalho do professor), com liminar assegurada aos PROFESSORES e multa por descumprimento da decisão arbitrada à pessoa da PREFEITA MUNICIPAL, que segundo o juiz deverá ser cobrada ao final do processo. Além disso, a entidade seguindo precedentes de todo país reclama outras questões de natureza salarial/indenizatória para cada educador.

Contudo, realizado o acordo em 14/05/2014, ficou suspenso o curso da ação e a greve, agora violados os compromissos (pagamento de horas-extras/publicação de edital concurso público/discussão para aprovação-PCCS Magistério e etc) anteriormente assumidos pela PREFEITURA perante o Ministério Público Estadual, o Departamento Jurídico do Sintrasema, autor da ação, solicitou o PROSSEGUIMENTO da mesma, tendo o magistrado titular da 1ª Vara, em decisão da última terça-feira (10.02.15), decidido:

"(...) Por fim, designo audiência de instrução e julgamento para o dia 18/03/2015, às 09:00 horas. Intimem-se as partes (via DJE) e as testemunhas (pessoalmente, se necessário). Intimem-se. Cumpra-se. Açailândia/MA, 10/02/2015. Angelo Antonio Alencar dos Santos, Juiz de Direito".

O Juiz, ainda, determinou que:
"... OFICIE-SE novamente, ao Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura de Açailândia para que, no prazo de 72 (setenta e duas) horas, proceda à entrega em cartório da relação nominal de todos os profissionais da educação (efetivos, comissionados, cedidos, substitutos, temporários, terceirizados ou contratados a título precário), pertencentes ao quadro entre 27/04/2011 ate a presente data (10/02/2015), sob pena ser determinada a busca e apreensão."

Segundo o Assessor Jurídico do SINTRASEMA, dr. Thiago Sebastião Campelo Dantas, na audiência, o juiz pode tentar HOMOLOGAR UM ACORDO ("JUDICIAL") - com valor de sentença, com novas sanções ($$$) por descumprimento - ou então a colheita de outras provas documentais e testemunhais (instrução), para posterior julgamento da ação ajuizada pelo Sintrasema Sindicato Dos Trabalhadores, que tramita no fórum local, em defesa de todos os educadores açailandenses, desde NOVEMBRO/2013.
AGUARDEMOS CONFIANTES NA JUSTIÇA!!!

7 de fevereiro de 2015

Vereador e o presidente do sindicato dos trabalhadores rurais de Senador La Rocque são acusados de armar emboscada contra o prefeito de Buritirana Vagtônio Brandão

Prefeito Vagtônio Brandão
A problemática sobre a divisão territorial entre os municípios de Buritirana e senador La Rocque localizados na região tocantina não é de hoje, inconformados com a decisão da justiça, que resolveu incorporar algumas vilas e povoados ao município de Buritirana, vereador e presidente do sindicato dos trabalhadores rurais de senador La Rocque, são acusados de incitar a  população para tentar agredir o prefeito de Buritirana Vagtônio Brandão.

O município de Senador Lar Rocque se sente prejudicado com a decisão judicial que culminou com a perda de parte do seu territorial para o vizinho município de Buritirana, e não é de hoje esse conflito e jogo de interesses.

Vereador Wilas do PT
O prefeito de Buritirana Vagtônio Brandão, secretários, e vereadores, a convite do presidente da associação de moradores do assentamento Belém, que antes fazia parte do território de Senador La Rocque, esteve no local para uma reunião com moradores, e tudo transcorreu dentro da normalidade.

De acordo com informaçoes repassadas ao blog por por populares, o vereador Wilas do PT e o presidente do sindicato dos trabalhadores rurais de Senador La Rocque ao tomar conhecimento da reunião, teriam ido  até o assentamento Belém, e antes que a mesma terminasse, saíram às pressas rumo ao povoado Jenipapo, e através de um serviço de voz, instigaram a população para interditar a passagem do prefeito Vatgônio e sua comitiva.

Diante do animos exaltados, e do  risco de agresões que a comitiva do prefeito e o próprio prefeito corria, uma pessoa da equipe conseguiu furar disfarçadamente o bloqueio, e chegar até um local onde havia sinal de celular, e pediu reforço policial para acabar com o conflito.

Na confusão, o prefeito teve o vidro do seu veiculo quebrado, e com a chegada da policia militar o incidente teve fim.

Segundo ainda nossa fonte, o vereador Wilas do PT, e o presidente do sindicato dos trabalhadores de senador la Rocque identificado como Edilson, não logrando êxito em sua investida, se evadiram do local imediatamente, apos a chegada da policia.

BURITIRANA:PREFEITO VAGTÔNIO BRANDÃO É VITIMA DE EMBOSCADA

O prefeito Vagtônio Brandão, do município de Buritirana-MA, juntamente com o Presidente da Câmara de Vereadores, Raimundo Aires, o Breguedê, foram vitimas de uma EMBOSCADA armada por alguns moradores do povoado Jenipapo. A polícia foi chamada e somente após muita negociação e tiros para o alto, foi que conseguiu dispersar a multidão. Na confusão o para-brisa da camionete hilux do Prefeito Vagtônio foi quebrado. Toda esta confusão se dar pelo motivo da divisão territorial entre Buritirana e Senador La Roque. Vale frisar que NÃO É o Prefeito Vagtônio o responsável pela manutenção do povoado Jenipapo anexado a Buritirana, mas sim a JUSTIÇA. Os insatisfeitos são uma MINORIA, que estariam defendo apenas interesses pessoais e políticos.


30 de janeiro de 2015

VEREADOR CANELA SE REÚNE COM AS FAMÍLIAS DO ANTIGO MATADOURO MUNICIPAL.

Após pressão da promotoria pública,  prefeitura deu inicio de forma  muito lenta, as  obras para colocar em funcionamento o novo e moderno matadouro construido pela gestão anterior, e abandonado até então pela atual gestão.
Enquanto isso, população segue consumindo carnes de procedencia duvidosa, e muitas vezes abatidas na famosa moita,  vigilancia sanitária deve explicaçao a população.
O Vereador Canela esteve reunido com moradores e trabalhadores do antigo Matadouro para ouvir as reclamações e propostas dos mesmos.

No antigo matadouro trabalhavam aproximadamente 50 famílias onde ganhavam em torno de R$ 250,00 a R$ 300,00 reais por semana. Destas 50 famílias, apenas 12 conseguiram trabalho em um matadouro privado, ganhando menos de R$ 150,00 por semana É importante ressaltar que os salários de seis zeladores que recebiam pela prefeitura estão atrasados há mais de um mês.

A Prefeita de Açailândia pediu aos trabalhadores um prazo para resolver a situação da interdição. O prazo previsto era para o dia 20 de janeiro, mas até agora não obtiveram resposta alguma. A justiça, quando interditou o local, mandou cavar uma vala para impedir a entrada de carros e até mesmo de pessoas no matadouro. 

Um novo matadouro está sendo construído, mas as obras ficaram paradas por dois anos, sendo retomadas somente agora, sem previsão de término.
Curtir ·  · 

Brasil perde direito de votar em Tribunal da ONU por falta de pagamento

dilma-rousseff-foto1
Após acumular mais de US$ 6 milhões em dívidas com a Corte sediada em Haia, País não poderá participar de decisões da entidade

GENEBRA – O Brasil perdeu seus direitos no Tribunal Penal Internacional (TPI), após acumular mais de US$ 6 milhões em dívidas com a entidade sediada em Haia. A diplomacia brasileira vive uma saia-justa, com a segunda maior dívida de um país nas Nações Unidas. Mas, no caso da Corte, a suspensão é a primeira sofrida pelo Itamaraty desde que os cortes orçamentários começaram no órgão que comanda a política externa do País.
“O Artigo 112(8) do Estatuto de Roma dispõe que o Estado em atraso no pagamento de sua contribuição financeira não poderá votar, se o total de suas contribuições em atraso igualar ou exceder a soma das contribuições correspondentes aos dois anos anteriores completos por ele devidos”, explicou o Ministério das Relações Exteriores, em nota.
“Em razão do dispositivo acima, desde 1.º/1/2015, o Brasil perdeu temporariamente o direito de voto na Assembleia dos Estados Partes do Tribunal Penal Internacional (TPI)”, confirmou.
Hoje, apesar da mudança na chefia do ministério e a nomeação de um novo chanceler para o segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, nada mudou no que se refere aos atrasos do Brasil com a ONU. Conforme revelado com exclusividade peloEstado, a dívida do Planalto com o orçamento regular da ONU superava em 2014 pela primeira vez a marca de US$ 100 milhões e apenas os EUA mantinham um buraco superior.
Constrangimento após constrangimento, o governo decidiu enviar um cheque para demonstrar uma boa vontade e o Palácio do Planalto liberou US$ 36 milhões, uma semana antes do discurso de Dilma na Assembléia Geral da ONU, em Nova Iorque.
A ONU agradeceu, mas avisou: mesmo com o pagamento, o Brasil ainda deve quase meio bilhão de reais à ONU.
Documentos da ONU que indicam que, até 3 de dezembro, o Brasil devia US$ 170 milhões à entidade. Isso sem contar com outra dívida de US$ 14 milhões (R$ 36,7 milhões) para a Unesco, que deu o título ao Brasil de segundo maior devedor da entidade cultural da ONU, além de outros US$ 87,3 milhões para as operações de paz dos capacetes azuis.
No caso do TPI, o Brasil é um dos membros fundadores da entidade que representou o maior avanço no direito internacional desde o fim da Guerra Fria.
Na prática, a suspensão impede o Brasil a votar, por exemplo, na escolha de novos juízes. Uma reunião da entidade está sendo planejada para o fimdo semestre e outra em novembro.
Mas é o constrangimento político que mais afeta o País que, em diversas ocasiões, usa o discurso do multilateralismo para insistir que apenas dentro do quadro da lei e da ONU é que conflitos podem ser superados.

Sobe para 11 número de passageiros mortos em acidente com ônibus que saiu de Imperatriz-MA com destino ao Mato Grosso.

Alguns corpos ficaram presos nas ferragens e outros foram arremessados, pasageiros  estavam em veiculo  que saiu do municipio de Imperatriz-MA, com destino ao interior do MT.



Acidente em Primavera do Leste (Foto: José Antônio Araújo/AgoraMT)


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou 11 mortes no acidente com um ônibus de transporte interestadual, na BR-070, no município de General Carneiro, a 449 km de Cuiabá, nesta quinta-feira (29). Alguns corpos ficaram presos entre as ferragens e outros foram arremessados para longe do veículo. Logo após a tragédia, a informação era de que seis pessoas teriam morrido, mas depois mais corpos foram encontrados no local do acidente. 

A PRF ainda está no local com equipes médicas de Primavera do Leste, a 239 km da capital. No entanto, após o ônibus ter sido retirado por um guincho, os corpos de outras três pessoas foram resgatados debaixo das ferragens, conforme a PRF. O veículo saiu da pista em um trecho conhecido como “Curva do Índio“ e capotou às margens da rodovia. As causas do acidente ainda não foram identificadas.


A suspeita, de acordo com a polícia, é de que o motorista tenha cochilado e, na curva, continuou seguindo em linha reta. Ele teria tentado voltar para a pista e o ônibus tombou. Não há marcas de frenagem, nem de óleo na pista e nem de colisões anteriores.Segundo a Polícia Rodoviária Federal, 23 pessoas ficaram feridas no acidente e foram encaminhadas para o Pronto Atendimento Municipal de Primavera do Leste. Já a unidade de saúde informou que 26 vítimas do acidente deram entrada no hospital com ferimentos. 


Alguns pacientes devem passar por cirurgia por fraturas. A administradora do Pronto Atendimento, Rose Schuster, informou que há casos de traumatismo craniano, fratura de fêmur e trauma de abdômen. O motorista do ônibus está entre os sobreviventes. Ele também foi levado para essa unidade de saúde. Havia 42 passageiros no veículo no momento do acidente.

 De acordo com a empresa responsável pelo ônibus, a Satélite Norte, o veículo tinha saído de Imperatriz (MA) com destino a Peixoto de Azevedo, a 692 km da capital. O ônibus ainda não havia passado em Cuiabá, onde estava previsto o desembarque de cinco passageiros. Alguns passageiros seguiam para Sorriso, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Nova Santa Helena. O acidente ocorreu entre Primavera do Leste e Barra do Garças,  a 516 km de Cuiabá. Nesse trecho da rodovia, existem várias curvas fechadas, o que poderia ter contribuído para o acidente, segundo a PRF.

29 de janeiro de 2015

Petrobras anuncia que desistiu de construir Refinaria Premium I em Bacabeira

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/01/1581581-refinarias-que-nao-saem-do-papel-levam-petrobras-a-perdas-de-r-27-bi.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/01/1581581-refinarias-que-nao-saem-do-papel-levam-petrobras-a-perdas-de-r-27-bi.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo protegerA Petrob

A Petrobrás desistiu de construir os projetos das refinarias Premium I, lançada no segundo governo do Presidente Lula. A Premium I seria construída no município de Bacabeira, no Maranhão. 

Além da Refinaria Premium I, a empresa desistiu também de construir a Premium II, no Ceará. Os projetos das refinarias vinham sendo alardeados há anos, com eventos oficiais, visitas e muita expectativa do mercado, que vinha reclamando do número reduzido de grandes projetos licitados no último ano principalmente na área de refino.

A razão alegada pela estatal foi o prejuízo na área de abastecimento da companhia, somado em R$ 13,8 bilhões entre janeiro e setembro do ano passado. A perda foi 13% maior em relação ao prejuízo do mesmo período do ano anterior, de R$ 12,2 bilhões.

A presidente Graça Foster chegou a anunciar mais de uma vez no ano passado as datas em que os pacotes das duas refinarias seriam lançados, mas sempre que a data chegava os projetos eram postergados.

Graça disse ainda que, para reforçar o caixa, fará “desinvestimentos em 2015, com potencial de contribuição ao caixa em níveis próximos aos realizados em 2014″. A implementação desses desinvestimentos dependerá, naturalmente, da evolução das condições de mercado, disse Graça no comunicado, destacando que a empresa terá “à disposição garantias da União Federal para os recebíveis do setor elétrico, que permitirão a negociação desses créditos no mercado bancário”. 

Porém, a companhia não deu uma data para publicar o balanço com o parecer da PwC. “Continuamos trabalhando para produzir as demonstrações financeiras revisadas pelo Auditor Externo (PwC) no menor tempo possível, não apenas em relação aos ajustes nas demonstrações contábeis, mas também à necessidade de aprimoramento dos nossos controles internos”.

(O Imparcial Online)