18/09/2012

Candidato a vereador Carlos Dias se diz inocente das acusações imputadas a ele pela imprensa local.

Açailândia – O candidato a vereador Carlos Dias procurou o blog para esclarecer sobre uma campanha difamatória contra sua pessoa orquestrada por parte da imprensa de Açailândia e o jornalista William Marinho da cidade de Imperatriz.
Carlos dias afirmou que as acusações de que ele foi expulso da sua Igreja por um suposto adultério, são mentirosa e terão que ser reparadas na justiça e os acusadores serão obrigados a se retratarem. “Eu continuo pastor[carlos%2520dias%255B2%255D.jpg] da minha Igreja, e nenhuma acusação desse tipo se quer já foi ventilada contra mim. Estou tranqüilo e como evangélico que sou coloco tudo nas mãos de Deus e tenho certeza que tudo será esclarecido”, declarou Carlos Dias.

Já com relação ao júri popular Carlos Dias não nega que isso deverá acontecer mesmo, mas que também é inocente, pois quando isso aconteceu ele teria agido na sua função de policial e que agiu em legítima defesa.
Carlos Dias conta que esse fato aconteceu a mais de 15 anos quando ele era policial militar e que depois desse incidente pediu dispensa da corporação e entrou para a vida evangélica. Dias ainda afirma que tudo aconteceu em uma abordagem contra um acusado de assalto que reagiu á prisão tentando atingi-lo com uma faca - para se defender, segundo Carlos dias, foi obrigado a atirar.
A matéria não satisfeita com as acusações, ainda de forma maliciosa tentou envolver a Igreja Assembleia de Deus, comandada pelo pastor José Alves Cavalcante.
O que os caros jornalistas se esqueceram é que nas Igrejas Evangélicas é o local onde se encontram inúmeras pessoas que tiveram problemas no passado, inclusive com a justiça, e que a Igreja foi o único refúgio para as suas recuperações, proporcionando aos mesmos voltar a viver em sociedade.

Nenhum comentário: